Lilypie 1st Birthday Ticker
Sábado, 20 de Dezembro de 2008

Nos últimos dias o Guilherme tem feito birras de sono... chora, chora, em vez das sestinhas do dia que antes costumava fazer!  Levanta-se às 11 da manhã, por volta das 3 da tarde dorme uma sestinha de meia hora e depois não consegue dormir mais sestas... apenas chora, só quer colinho, não fica na caminha, nem na espreguiçadeira nem em lado nenhum... só quer ser embalado...

Já tentei de tudo, deixá-lo chorar, embalá-lo na espreguiçadeira, cantar uma canção, ler uma historinha, falar calmamente, mostrar-lhe os bonecos que tem música, por o mobile a andar e a tocar, etc. etc. etc. Ele não se rende à minha vontade e, no fundo, nem à sua, de dormir um bocadinho.... e passa horas a chorar.. ainda hoje foi das 17h às 21h, hora a que finalmente adormeceu! O pior é que ele também não adormece ao colo... quer colinho para estar a mirar tudo mas com umas olheiras enormes!

Quando o Papá chega a birra diminui... será coincidência? Ou será que a voz do Papá acalma mais o Guilherme do que a voz da Mamã?

Depois são as opiniões... «não lhe dês colo que se habitua mal...» ou «dá-lhe colinho, ele precisa é de carinho...» ou então «os bebés têm muita manha, não faças o que ele quer...» as opiniões são divergentes e cada bebé é um bebé...

O que devo fazer?

Sinto-me cansada


Sinto-me Cansada e desapontada

publicado por Vanda às 22:39 | | Comentar
|

9 comentários:
De LEA a 21 de Dezembro de 2008 às 00:12
Ó miguita, nem sei o que te diga. O Cris era um espectáculo, era deitá-lo na cama e adormecia sozinho, no colégio habituaram-no a dar-lhe parmadinhas no rabo para dormir e quando não o faziam puxava o vómito. O Guga já tinha mais manhãs, adorava andar ao colo mas adormecia sozinho na cama. A Mimi, como não à bela sem senão, só quer adormecer ao colo e às vezes quer mesno dormir ao colo. O que te posso dizer é que a culpa é toda minha, pois eles são mesmo manhosos e sabem como nos dar a volta. Mas eu não gosto mesmo de os deixar chorar e cada vez estou mais mole. E daí a Mimi abusa... e eu deixo... Com calma e paciência a coisa leva-se. Não sou nada de acordo com a teoria de os deixar chorar 2 horas por dia, como muitas pessoas dizem. Tens que tentar dar a volta ao rapaz, para que possas ter algum descanso. Se o adormeceres ao colo ele depois não fica a dormir se o deitares na caminha dele? E se o embrulhares bem numa mantinha?
Beijocas se prrecisares de alguma coisa conta comigo.


De Vanda a 21 de Dezembro de 2008 às 00:39
Ele não adormece ao colo...


De LEA a 21 de Dezembro de 2008 às 00:50
Que coisa...
À Mimi acabei por ter que pôr no biberão uma colherzinha das de café da 1ª papa da milupa (não consegui encontrar a da Ceralac) e ela começou a dormir a noite inteira novamente. Era fome!!!
Mas tu é que és a mãe...
Ao Guga, para eu tomar banho e ele ficar na cama dele sem chorar, tinha que esfregar um boneco no meu peito, para ficar com o meu cheiro, e pô-lo perto dele para ele pensar que eu estava perto.
À quem ponha um relógio de corda dentro de um boneco para imitar o bater do coração...
Não sei mais como te ajudar, mas se me lembrar de mais algum truque eu escrevo. Pode ser que mais alguém te ajude.
Beijocas


De sofia a 21 de Dezembro de 2008 às 07:58
Olá mamã, é curioso, sabes que uma vez, tinha a Joana a idade do Gui, adormeceu pouco depois do pai chegar a casa, depois de um dia em que quis dormir pouco. Eu penso que a viragem dos 3 meses é um ponto critico no desenvolvimento dos bebés (um de muitos saltos desenvolvimentais) e pode suceder que o Gui esteja a preparar-se para uma conquista de peso para ele. Por isso, deseja estar mais atento a tudo aquilo que o rodeia. Já descobriu as mãos e isso confere-lhe um certo poder: agora, aos poucos, vai querer mexer em tudo para descobrir cores, texturas, relações de causa-efeito. Referes que o Gui não queria estar em lado nenhum, queria era estar bem desperto para tudo, apesar de, provavelmente, se debater com o sono. É natural, querida mamã. Mas certamente que não serão todos os dias assim, se bem que o Gui está a deixar, progressivamente, de ser um bebé de "mamar e dormir". Na minha opinião, fazes bem em dar colinho ao Gui, se ele te pede. Sabes porquê?Porque nós, mães, somos as principais fontes de segurança dos nossos filhos. E o colo constitui como que uma âncora no estabelecimento de sentimentos de segurança no bebé. Ele começa a construir o conceito de que a mãe estará ali sempre para ele, para o confortar quando ele necessita e isso é muito bom. Não sou adepta de deixar o bebé chorar porque ele sente-se desamparado, do género: "Então eu estou a chorar aqui há que tempos e ninguém vem ter comigo? Ninguém se importa comigo?". Tudo bem, nós sabemos distinguir os choros, quando é um choro de "manha" ou um choro sentido, com quem chama alguém. Os bebés têm manhas, claro que sim, mas não são manhas "fingidas". São manhas necessárias ao seu desenvolvimento e por isso, em vez da sua conotação negativa, penso que poderiamos invertê-las para uma natureza positiva! Mesmo agora, com quase 14 meses, eu não deixo a minha filha chorar durante mais de 5-10 minutos. Não consigo. Aflige-me. Ela está a chamar-me e a minha resposta deverá ir no sentido de ver o que se passa. Claro que ela faz birras. Claro que ela chora por vezes para chamar a atenção. Mas estes são sinais que nós vamos aprendendo. E mesmo quando ela chora porque quer chamar a atenção, eu vou ter com ela, falo-lhe, pergunto-lhe o que ela tem, dou-lhe beijinhos, abraços e logo passa! Acabo por pensar: " A Joana adora colo mas daqui a alguns anos tenho a certeza que ela não o vai pedir porque estará mais independente". Aliás, ainda não vi nenhuma criança de 3 anos, por exemplo, a adormecer ao colo...!Por aí vez, mamã, que o colo, na minha opinião, não faz mal nenhum.
Quando o Gui não quiser adormecer, apesar das olheiras, procura não ficar ansiosa porque ele vai senti-lo e aí sim, não adormece mesmo. Brinca com ele, passeia pela casa, mostra-lhe os objectos e os seus nomes ou até um passeio na rua pode ajudar, se não estiver muito frio. E quanto à voz do pai, podes crer que o Gui sente a tua igualmente como "relaxante". Às vezes são coincidências e o bebé acaba por achar piada ao facto do pai chegar a casa: é mais um adulto de referência para estar ali para ele! Não te substitui, apenas complementa, por isso não te preocupes.
Espero ter-te ajudado!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana


De mafalda, rui e constança a 21 de Dezembro de 2008 às 08:41
Penso que isso será uma fase e que vai passar é preciso é paciência.
A Constança sempre drmiu bem e sozinha, agora que tem estado doente já fez algumas birras e teve de adormecer ao colo, até já dormiu na nossa cama, ams parece que está a normalizar.
Vai tentando a caminha dele e a espreguiçadeira.
Deixá-los chorar não consigo.
Beijinhos felizes


De sofia a 21 de Dezembro de 2008 às 13:37
Mamã, ainda sobre as birras e sobre o sono em geral, aconselho-te a leitura do livro Besame Mucho, de Carlos Gonzalez. Deixo-te o link para leres o sumário do livro: http://www.loja-pergaminho.com/compra.php?id=263&id_page=1

Segundo o escritor os bebés não têm manhas, não são cruéis, não se habituam mal, não fazem de propósito para incomodar os pais.
A tendência natural dos pais é a de acreditar que os filhos são bons e tratá-los com carinho. Uma vez cheguei demasiado cedo à minha consulta e entretive-me a falar com a recepcionista. Na sala estava apenas uma mãe com um bebé de poucos meses num carrinho, aguardando um colega meu. O bebé começou a chorar e a mãe tentou acalmá-lo abanando o carrinho para trás e para a frente. Cada vez o choro se tornava mais desesperado e os movimentos da mãe mais frenéticos. Quando uma criança chora com toda a sua força, dois minutos parecem horas. «O que está ela a fazer?», pensei. «Porque não o tira do carrinho e o pega ao colo?» Esperei ainda mais, mas a mãe não fazia nada. Finalmente, ainda que não goste de dar conselhos não solicitados, decidi-me a lançar uma indirecta, o mais suavemente que pude:
- Que aborrecido está o bebé! Parece que quer colo...
Então, como que movida por uma mola, a mãe aventurou-se a tirar o bebé do carrinho (que se calou imediatamente) e explicou:
- Como os pediatras dizem que não é bom pegar-lhes ao colo...
Não se atrevia a pegar no filho porque estava na presença de um pediatra! Nesse dia compreendi o poder que nós, médicos, temos e quantas pressões e temores as mães são obrigadas a enfrentar todos os dias. Essa mesma explicação, «eu pegava-lhe ao colo, mas como dizem que se acostumam mal.», ouvi-a já dezenas de vezes em situações menos dramáticas. Todas as mães sentem o desejo de consolar um filho que chora e só uma grande pressão e uma «lavagem cerebral» completa podem convencê-las de outra coisa. Pelo contrário, nunca vi o caso oposto: uma mãe que espontaneamente prefira deixar chorar o filho, mas que o pegue ao colo por obrigação «deixava-o chorar, mas como dizem que isso os traumatiza...»)"

Isto não significa andar todo o dia ao colo, nem aos colos, mas sim dar resposta quando é solicitada. Assim, um bebé cuja mãe responde prontamente ao seu choro será uma criança mais feliz e menos temerosa, porque viu as suas solicitações respondidas e, assim, confia mais e arrisca mais!


Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana


De Vanda a 21 de Dezembro de 2008 às 22:38
Sim Sofia foi muito util a tua opiniao e ajuda :) Já encomendei o livro


De mil sorrisos a 21 de Dezembro de 2008 às 23:20
Olá, colega! Sabes, eu acho que nesta fase o colinho sabe tão bem e é preciso! É assim que se criam os laços e se transmite afecto. Há tempo para começar a "cortar" nos mimos, mas já...?! É só uma opinião. Não desesperes, que essas dúvidas às vezes deixam-nos um pouco abananadas...
Beijos e Mil Sorrisos
:o)))))


De Little Jazz a 26 de Dezembro de 2008 às 23:43
Felizmente a Jazzy habituou-se depressa a ficar na caminha. Ajuda o facto de desde que ela era apenas um ovo fertilizado, comecei a por na barriga a mesma meia hora de musica, à hora de deitar. Agora, quando ela tem de dormir, quer seja de dia para as sonecas ou as 6.30 quando se vai deitar, deixo-a acordada com a musica e ela adormece...

Talvez seja útil começar uma rotina que ele identifique com o ir para a cama. Eu começo sempre com um banhinho as 6h. Ela relaxa e já sabe o que se segue...

Beijicos


Comentar post

Mais sobre mim
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


arquivos

Dezembro 2011

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Tags

1 ano(1)

1 mês(2)

18 semanas(1)

19 semanas(2)

2 meses(5)

20 semanas(1)

2009(1)

21 semanas(1)

22 semanas(1)

23 semanas(1)

24 semanas(1)

27 semanas(1)

3 meses(3)

36 semanas(1)

4 semanas(2)

40 semanas(2)

40 semanas + 4 dias(1)

40 semanas + 5 dias(1)

40 semanas + 6 dias(1)

41 semanas(1)

41 semanas + 1 dia(1)

9º mês(1)

abono(1)

adormecer(3)

aftas(1)

agarrar(1)

agenda da grávida(1)

album de fotos(1)

alcofa(1)

alergia(1)

amamentação(1)

amor(2)

aniversário(1)

anne geddes(1)

ansiedade(1)

babete(2)

babycoque(1)

banheira(2)

barriga(1)

barrinhas(3)

bebés(43)

blog(1)

blogs(1)

braxton hicks(1)

brincar(1)

brinquedos(2)

calendário de ovulação(1)

calendário lunar(1)

cama(2)

canção de embalar(2)

cansaço(1)

caracóis(1)

carnaval(1)

carrinho(3)

casamento(1)

cesariana(1)

chicco(1)

chucha(1)

chupeta(1)

cinema(2)

cólicas(2)

compras(8)

consulta(7)

creme anti-estrias(2)

desafio(3)

destacamento(3)

dieta(4)

ecografia(6)

enxoval(3)

feijãozinho(4)

fraldas(4)

gravidez(18)

gravidez 28 semanas(2)

gravidez 33 semanas(2)

gravidez 38 semanas(2)

gravidez 39 semanas(2)

guilherme(6)

leitura(2)

lilypie(2)

mamã(34)

menina(2)

menino(5)

natal(5)

noites(3)

nomes(3)

papá(5)

papa(3)

parto(3)

ponto cruz(11)

predictor(2)

presentes(8)

quarto do bebé(11)

recuperação pós-parto(2)

roupa(4)

sonhos(3)

sono(8)

sucção(2)

vaquinha(6)

vídeo(3)

yuppie(2)

todas as tags